Decisão pela Carreira Científica e Docente

Durante os anos de 1952 a 1954, tomou a decisão de enveredar pela carreira docente, decisão que se deve à influência exercida pelo Professor Augusto P. Celestino da Costa, com quem teve o privilégio de contactar, quase diariamente, nesse período de iniciação. O exemplo raro deste Professor, seguramente maior que o seu "lugar" e o seu "tempo", perdurou durante todo o trajecto de David-Ferreira. Não se pode facilmente esquecer o seu entusiasmo pela investigação científica, a sua dedicação pelo ensino, a sua integridade intelectual e a sua atitude permanentemente construtiva.

Durante este período, além de aprofundar os conhecimentos histológicos, colaborou nalguns dos trabalhos de investigação que serviram de base à elaboração da Tese de Doutoramento do Professor R. Iriarte Peixoto. Esses trabalhos constituíram o seu primeiro contacto com o desenvolvimento de um projecto de investigação e deram origem à sua colaboração em dois artigos.