Faculdade de Medicina de Lisboa

Em 1947 matriculou-se na Faculdade de Medicina de Lisboa, tendo concluído a sua licenciatura em 1952, com a média final de 15 valores.

Um dos elementos determinantes da sua carreira pedagógica e científica foi a frequência, em 1948, do curso de Histologia orientado pelo Professor Luiz H. Dias Amado, no laboratório da Rua Castilho, na sequência do afastamento compulsivo deste Professor da Faculdade de Medicina de Lisboa. Este curso constituiu a sua iniciação nos métodos e princípios da Histologia e a oportunidade de participar numa experiência pedagógica diariamente enriquecida pela personalidade do Professor Dias Amado.

Em consequência das relações estabelecidas com o Professor Dias Amado e com o Dr. Luiz O. Dias Amado, David-Ferreira teve acesso a padrões mais elevados de cultura e começou a frequentar, a partir de 1949, o Instituto de Histologia e Embriologia de que era Director o Professor Augusto P. Celestino da Costa. Nesta época, além de executar várias tarefas no Instituto, estudou e praticou as técnicas histológicas e citológicas mais correntemente utilizadas.

Ao concluir o curso foi convidado pelo Professor Celestino da Costa a trabalhar no Instituto de Histologia, tendo participado no ensino prático da Cadeira de Histologia e Embriologia, nos anos lectivos de 1952-53 e 1953-54, o que mereceu um agradecimento do Conselho Escolar da Faculdade. Em 1954 foi-lhe concedida uma bolsa do Instituto de Alta cultura para trabalhar no Centro de Estudos de Endocrinologia, sob a direcção do Professor Celestino da Costa.