Mariano Gago

David, meu amigo

Uma emergência de saúde na família acabou por me impedir, à última hora, de partilhar a homenagem dos teus colegas e dos teus amigos ao fim de tarde, na Basílica da Estrela. Mas não estranhes não me ter visto: eu estava.

E não queria, ao menos por escrito, deixar de juntar a minha voz à tristeza de todos os teus amigos.

Combatemos juntos políticas retrógradas contra a ciência, em tempos que foram difíceis e quando ainda parecia que nunca havíamos de conseguir superar um atraso científico secular, manhoso, sinistro.

Batemo-nos juntos para que a ciência (todas as ciências!) passasse a fazer parte da educação, e da cultura do maior número, e das prioridades nacionais absolutas, e da nossa visão colectiva de progresso.

Hoje que sabemos quanto foi feito e onde finalmente chegámos, hoje que a Ciência é um valor colectivo que o País não deixará retroceder, é também quando mais temos de nos unir.

Tinhas essa modéstia subtil dos que, animados por uma convicção profunda, sabem suscitar vocações, ajudar os outros, unir.

Continuaremos, não duvides.

Obrigado por tudo.

 

Comentário à Homenagem ao Professor David Ferreira da Professora Maria do Carmo Fonseca
em Ciência Hoje 09/02/2012